umapausa

umapausa

quinta-feira, novembro 12, 2009

por enquanto, não agradeço

O que importa é estar vivo. Mesmo infeliz, vivo. Uma tendência estupidamente humana de achar que estar vivo é tudo. Como se meu corpo respondesse por toda minha alma, se ele respira, está tudo bem. Não, não está tudo bem. E eu tenho essa revolta, vã, com o pouco.
Eu agradeço a Deus por estar viva sim, porque, hoje, eu tenho medo de morrer. Não porque isso me deixa feliz. Satisfatoriamente feliz. Estar aqui entre todos os bióticos, oh! sol! Obrigada pelos raios. Vento! Obrigada pelas brisas que me acordam de manhã! Oh! Cachoeira, chuva, coelhinho, alface, batata, obrigada! Oh!
O que importa é querer estar vivo para tentar ser feliz. E que fique claro que os verbos dessa frase são marcas de possibilidades. Porque somos alvo do que pode ser e não do que é. O querer é suficiente, ainda que não passe de uma simples querência, é o suficiente para sermos dignos de viver. Quanto ao tentar, é um mérito, vida, destino, Deus. Tentar ser feliz é para todos, conseguir, somente aqueles que acreditam que são felizes. Tão simples! Você se vê numa poça de problemas, abraçado por mentiras, enforcado pelas desilusões, mas ri. Não porque mente, mas porque acredita demais. Porque mesmo seu corpo dentro dessa poça, é você que está lá em cima, se olhando. Vendo sua situação acima de si. Rindo, porque isso é remédio da alma.
Porque quem ri é mais amado. Mais suportável. Simpático. Porque você faz das desgraças, piadas. Porque você é sarcástico. Incrível!
Estar vivo, enfim, não é necessariamente estar feliz. Não é ingrato quem não agradece. É, somente, infeliz. Ou por uma visão mais otimista, mais lunista: está infeliz.


" Menina, amanhã de manhã, quando a gente acordar, quero te dizer que a felicidade vai, desababar sobre os homens, vai, desabar sobre os homens. Na hora ninguém escapa, debaixo da cama ninguém se esconde, a felicidade vai, desabar sobre os homens, vai, desabar sobre os homens." ( Tom Zé)

6 comentários:

PERPLEXIDADE disse...

Luna, Luna... luz da lua... Luna... eu tb não tenho suportado o pouco... e o muito tb não me cai bem... pq se é pouco é de felicidade e se é muito é de tristeza e agonia... e sei que poucos tb me suportam... pq é tão difícil engolir a verdade... o riso mesmo roto... é mais tragável... que o olhar da verdade!!

um bj em seu lindo coração!
e tb vim aqui te dizer que não estás só...
;D

Gustavo Santiago disse...

To lendo tudo por aqui, to que nem um pano enxugando a poça dágua que entrou pela janela e molhou o quarto, hoje eu acordei esctando só música bizarra de esperança, quero sentir o que te incorpora. Também to naqueles dias que todo mundo quer colocar muralha nas minhas utopias.

Beijo com afeto Santhi.

Gustavo Santiago disse...

Nada nada muito fácil.
Mas não por isso vou deixar que eles terminem a palavras que começaram na minha boca!!!
A que agonia de existir. O que mais grila Luna, é quando você sente que já foi melhor.

Tudo lindo por aqui sempre.

Gustavo Santiago disse...

Na verdade acho que a culpa não é nossa vem do sistema, ele vômita constantemente... Maas to naquela fase de me guarda na cabaninha e observar o espetáculo deles. Eu quero viver sabe. Quero arreganhar minhas mangas, não quero me sentir amputado.

enfim vou parar de me consultar aqui.

Fábio Coelho disse...

nossa, fazia tanto tempo que eu nao te lia, Luna! e quando eu li eu lembrei do seu jeitao de escrever, jeito de mulher! nao que seja diferente do homem, entende? mas é jeito de mulher falar. é muito massa textos de mulher! elas sao mais simples, embora a teoria universal pense que elas sao mais complexas. querer é muita coisa! é estar vivo! e
vc relacionou essas duas coisas
eu curti
de verdade
beijo
fica com deus!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,