umapausa

umapausa

quinta-feira, dezembro 02, 2010

0102

O ano foi invertido.
E por querer ser forte demais, tornou-se aço. Riscado, mas inoxidável.
Não chorava suas dores, ouvia músicas. Não queria desistir, dormia para sonhar. Não falava com ninguém, lia mais, pensava menos.
As confusões mentais estão debaixo do tapete. Numa ousadia vísivel ela ignorou o mundo e pôde então finalmente lutar. Livre e inacreditavelmente feliz.

5 comentários:

Thuan Carvalho disse...

MUITO BOM.
muito bom mesmo.
adoro esse estilo de escrita; e o sentimento aí descrito.

Luna Jeannie disse...

muito obrigada!

Bianca disse...

perfeeito...nada tão imegético para descrever o pessoal,e um pouco universal.
beejão...

Luna Jeannie disse...

o pessoal que se torna universal, aiii... lembrei do Adriano Alves explicando isso. q saudade!

Fábio Coelho disse...

quem é essa mulher? és tu? gostei muito do título, foi criativo. o futuro nao cabe em mim. massa!