umapausa

umapausa

terça-feira, março 08, 2011

carnis valles

e também não posso engolir umas alegrias.
Do copo que despedacei na sua cara,
do peso de sua alma em meu corpo.
E das nossas risadas, no mesmo dia.
depois de gritos roucos, abraços robustos.
perdões interrompidos por beijos,
desculpas salpicadas em sussurros

Da minha vida macabra.
Da minha felicidade tão nítida.
Eu não sou capaz de conter tanta alegria.
Preciso lhe vomitar a euforia,
aqui, meu amor, minha, nossa, sua vida.



4 comentários:

Isabella disse...

Linda foto. Belo texto! Aguardo ansiosamente por um livro assinado por vc! bjs Luna que brilha! =]

Fábio Coelho disse...

o meu deus, foca bombardeado por sinceridades vindas de você, o menino não guenta de gratidão! voces são lindos! gostei dos seus comentários recentes no meu blog. eu sempre me sinto melhor depois que eu leio eles!
beijo do jor

Luna Jeannie disse...

jor, ele não lê meu blog e isso até legal, porque me deixa mais à vontade, hahaha
;**

O solitário Jim disse...

ahhhh, quão bonito ficou!