umapausa

umapausa

domingo, outubro 16, 2011

da Samira-Luna

mancha




para declarar suas cheganças
idas e vindas me refaço,
espero e desespero
o terror invade o caminho
tenho medo de não voltar, de não ir

então fico me dissolvendo
entre o nada e o vazio
nem o tempo me acorda
morro várias vezes dentro de mim

todo silêncio me domina,
a gritaria lá fora arde os olhos
dói o ventre
sufoca a alma
mata a calma: me perco de mim



 *porque é lindo ter alguém pra morrer junto comigo todos os dias.

Nenhum comentário: