umapausa

umapausa

domingo, junho 01, 2014

o frio ajunta os mais próximos e resseca o distante. adoça começos e azeda finais. o final é frio. e seco. mesmo ajuntando à força. chorando desafogado. o final resseca. cadê a vontade de ser linda? odiar saltos. maquiagens. calcinhas. perfumes doces. quero camiseta desbotada e grande com cheiro amaciante. fica descabelada e nunca mais seduzir. o frio resseca cabelos. mas não me toque. nunca mais me provoque. o final vem pra engolir uma vida inteira pela frente que apenas poderia. mas o frio encolheu sentimentos eternos e nanismos não me bastam.  o frio ajunta motivos e resseca a esperança. ajunta o seco e seca é minha vontade de amar e amar ficou frio.

Nenhum comentário: